14 de novembro de 2008

Hurt




I hurt myself today
To see if I still feel
I focus on the pain
The only thing that's real




7 comentários:

Teresa Durães disse...

violento ferir o próprio. recorda-me quem se queima e se corta voluntariamente

João da Silva disse...

Ah, minha linda, vim agradecer pela visita e encontro aqui uma postagem que bem se encaixa - quantas vezes! - no meu jeito de ser! Quantas vezes eu também faço isso... consciente ou inconscientemente.
Beijos carinhosos e amigos do João

mfc disse...

Preferia ver-te sorrir!
Ficavas mais bonita, acredita.
Mas compreendo.

By myself disse...

A mensagem é forte e a foto fantástica. Post completo...

Entendo-te!

Bjs

maria carvalhosa disse...

Minha querida Myself,

Muito bom este post, amiga. A fotografia verdadeiramente artística... as palavras duras e, no entanto, consonantes.

Conto mesmo contigo no lançamento do livro do Alberto Pereira. Entrarei em contacto, ainda hoje ou amanhã, via mail, sobre este assunto, mas com mais pormenores que não interessa aqui aprofundar.

Muitos beijinhos para ti (e para o Patxukinha).

maria carvalhosa disse...

Querida Myself,
Muito bom este post. A fotografia é artística e as palavras, embora duras, estão trabalhadas formalmente, organizadas em consonância perfeita com a foto.Gostei.

Agora a propósito do lançamento do livro do Alberto Pereira... deixei-te uma mensagem lá no meu sítio, em resposta à tua. Conto mesmo contigo, amiga.

Beijos.

J. Raimundo disse...

simplesmente... Johnny Cash... ;)